Padrão de queda pode levar altcoin a US$ 0,35, primeiro alvo de preço, com a perda do suporte atual.
Fonte: TradingView

O que é uma bandeira de baixa?

Sua formação se dá por um forte movimento inicial de baixa nos preços, chamado de “mastro”; em seguida, por um breve movimento de alta; posteriormente, por um novo movimento de baixa, mas que não consegue romper o fundo anterior, formando um fundo maior no gráfico; e, por fim, um novo movimento de alta que ultrapassa o topo anterior. Essa movimentação de topos e fundos maiores do que os anteriores podem ocorrer várias vezes, formando, então, a “bandeira” no gráfico.

Qual o significado de uma bandeira de baixa?

A bandeira de baixa é caracterizada como um padrão de continuação do movimento de desvalorização representado pelo “mastro” da bandeira: após um forte período de pânico, os negociantes deram uma acalmada e, agora, muitos estão comprando na baixa; enquanto outros aproveitam as sucintas altas para vender suas posições, sendo este um período de calmaria, baixos volumes de negociação e reflexão sobre a sustentação do movimento de baixa anterior.

Quando muitos percebem que o movimento de queda anterior realmente faz sentido, o preço rompe no gráfico a figura de bandeira para baixo e tende a fazer um movimento de desvalorização do mesmo tamanho do “mastro” inicial.

O que está acontecendo?

Após enfrentar sequenciais perdas na última semana, juntamente de pares como Ethereum, maior altcoin do criptomercado, a ADA demonstrou leve recuperação e estabilidade nos últimos 2 dias, a calmaria contextualizada dentro da bandeira.

Sendo de continuidade, e com os mercados apresentando grande vulnerabilidade no momento, seu alvo de preço, confluindo com este cenário, se encontra em US$ 0,35, tamanho do mastro observado na bandeira.