O Banco Central dos Estados Unidos disse em seu Livro Bege de Maio publicado na quarta-feira que seus contatos em três de seus 12 distritos “expressaram especificamente preocupações sobre uma recessão”.

O que é o Livro Bege?

Trata-se de um relatório sobre as atuais condições econômicas em cada um dos 12 distritos do Federal Reserve, cobrindo todo o território dos EUA.

Qual seu impacto nos mercados?

O documento tem grande impacto no mercado de ativos de risco, uma vez que, o Federal Reserve o utiliza como um dos “guias” para definir os rumos da política monetária dos Estados Unidos.

O que está acontecendo?

O documento divulgado na quarta-feira (01), mencionou em diversos momentos o risco de recessão nos Estados Unidos, citando o aumento de juros, a guerra da Ucrânia e os problemas nas cadeias de suprimentos como fatores de risco. Além disso, o documento também mostrou que o mercado de trabalho em todos os distritos segue apertado e com uma alta expectativa de crescimento dos salários, o que aumenta o risco de retroalimentação da inflação.

O documento também relatou o efeito do aumento de preços sobre os negócios e consumidores. A maioria dos distritos relatou que diversas empresas têm visto seus clientes as trocarem por outras empresas que oferecem bens substitutos ou mais baratos.

Em linhas gerais, boa parte do documento respalda um aumento de juros já precificado pelo mercado, devendo isso, não influenciar significativamente na decisão de política monetária do Federal Reserve.

Após a divulgação do documento, o principal índice do mercado acionário dos EUA, o S&P 500, reagia positivamente, rompendo a resistência 4111,8 pontos e indo em direção aos 4153,8 pontos. Isso poderá respaldar uma posição comprada no Bitcoin na região dos U$ 30.700, com alvo acima dos US$ 31.000.

Kleiton Luna • Analista Yellow Crypto