O presidente do Fed de St Louis e membro do FOMC, James Bullard, disse na terça-feira que aumentos de 50 bps nas próximas reuniões do Fed são um bom caso base por enquanto, informou a Reuters. O aperto do mercado financeiro já deve estar reduzindo a inflação, mas também significa uma ampla reprecificação de ativos e mais volatilidade.

O Fed quer agir de maneira transparente e que cause a “menor quantidade de perturbações que pudermos obter”, continuou Bullard, observando que o Fed tem um “bom plano” para reduzir a inflação. A China não parece ter uma estratégia de saída da pandemia e dos bloqueios, ele se preocupou.

50bps parece ser o cenário base do Fed e o mercado já comprou essa ideia

Depois de ter balançado os mercados sugerindo que um aumento de 75 pontos base deveria ser considerado pelo Federal Reserve. Na terça-feira (17), James Bullard (presidente do Fed de St. Louis e membro do FOMC), disse que: “Aumentos de 50 bps nas próximas reuniões parecem ser um bom cenário base, por enquanto”. Anteriormente ao presidente do Fed de St. Louis, outros membros do FOMC já sinalizaram apoio a um novo movimento de 50bps, incluindo o presidente do Fed, Jerome Powell (que deve realizar um pronunciamento hoje às 15:00 do horário de Brasília).

Deve-se dar uma atenção especial no “por enquanto” dito por Bullard, os membros do FOMC em seus últimos pronunciamentos têm tentado se esquivar de remover um aumento de 75 bps como uma possibilidade, talvez em uma tentativa de corrigir um erro de comunicação na última coletiva de imprensa dada por Powell, quando o mesmo afirmou que um aumento dessa magnitude estaria “fora da mesa”.

De acordo com a plataforma do CME Group, as probabilidades de um aumento de 50 bps na próxima reunião subiu para 89,7%, enquanto que a probabilidade de um aumento de 75bps caiu para 10,3%. Isso sugere que o mercado talvez tenha precificado o próximo movimento das taxas norte-americanas.

Reação dos mercados acionário e de crypto

No gráfico diário, às 10:30, o Bitcoin subia cerca de 2% e o S&P 500 abria com ‘gap’ de alta e em alta de cerca de 1,50%. Vale ressaltar que no gráfico horário, durante o discurso de James Bullard, tanto os futuros do S&P 500 quanto o Bitcoin subiam, sugerindo que o “call” de um movimento de 50 bps já está completamente precificado pelo mercado. O clima de otimismo durante a aberta da sessão de Nova York desta terça-feira também está ancorada nos dados de venda no varejo norte-americano, que vieram mais uma vez acima das projeções.

Como se portar no mercado na terça-feira?

Tudo o mais constante, o único fator a se ponderar na terça-feira é o discurso de J. Powell, que deve ocorrer às 15:00 do horário de Brasília, porém, é pouco provável que o mesmo irá sugerir novidades além das quais já estão precificadas. E além do mais, na próxima semana será divulgada as minutas do FOMC, documento que detalha tudo o que foi discutido pelo Comitê de Política Monetária dos EUA.

Nos últimos dias, o Bitcoin tem transitado entre o intervalo de preços de US$ 28.000 e US$ 31.000, sendo o primeira seu atual suporte (região de compra) e o segundo sua resistência (região de venda). Na ausência de “surpresas” no ambiente geopolítico ou macroeconômico, essa “regra” poderá ser respeitada no dia de hoje.

Kleiton Luna • Analista Yellow Crypto