O Bank Leumi se tornará o primeiro banco israelense a permitir o comércio de criptomoedas, disse sua plataforma digital Pepper Invest nesta quinta-feira, após uma parceria com a empresa de blockchain norte-americana Paxos.

Ele disse que o novo serviço permitirá que os clientes da Pepper Invest comprem, mantenham e vendam criptomoedas – limitadas a Bitcoin e Ethereum, por enquanto – em transações no valor de pelo menos 50 shekels (US$ 15,49) (US$ 1 = 3,2272 shekels).

A declaração não deu data de lançamento, dizendo que a aprovação regulatória está pendente. Leumi é um dos dois maiores bancos de Israel.

“A Pepper coletará impostos de acordo com as diretrizes da Autoridade Tributária de Israel para que os clientes não precisem gerenciar complexidades fiscais”, disse, acrescentando que o serviço também eliminará os riscos de baixar uma carteira digital.

Fonte: Reuters