Criptomoeda faz movimento de reversão de tendência, e alvos de preço sinalizam uma nova perda abaixo de US$ 19 mil.

O que é um OCO?

Fazendo jus ao seu nome, o ombro-cabeça-ombro (OCO) é um padrão gráfico em que a movimentação do preço de um ativo forma uma figura parecida com o tronco humano. Sendo este um padrão de reversão de um movimento anterior de alta para um movimento de queda.

O que significa um OCO no gráfico?

Após um período de valorização no preço de um ativo, há uma arrefecida natural da força compradora (pois “todo mundo já comprou”) e a força vendedora aumenta com os investidores realizando lucro, gerando uma queda no preço que ocasiona em um primeiro topo no gráfico (o “ombro esquerdo”). Após a correção do preço, aproveitando da “promoção”, muitos investidores que não venderam no topo anterior aproveitam para “dobrar a aposta”, pedindo empréstimos às corretoras, garantidos no lastro das suas posições anteriores, para comprar mais. Como consequência do movimento, a tendência é de que a queda seja do tamanho do ‘pescoço’ visto no padrão.

O que está acontecendo?

Após ensaiar uma retomada de preços para além de US$ 21 mil, a criptomoeda esbarrou em uma resistência próxima de US$ 20800, perdeu força e reverteu para queda. Às vésperas da divulgação da prévia do PMI dos EUA, que pode sinalizar que o país já está em recessão, mercados ainda apresentam cautela, muito embora o discurso do presidente do FED, Jerome Powell, tenha tido uma conotação amena durante o dia.

Com o padrão confirmado, sua entrada se encontra próxima de US$ 20 mil, perda da chamada ‘linha do pescoço’, e cujo primeiro alvo de preço está na região de US$ 19150, onde há leve suporte para os preços. O segundo, último fundo da criptomoeda, está próximo de US$ 18 mil, sinalizando um fechamento total da posição.
Fonte: TradingView