Investidores de acumulação consistente, holdando entre 100-100 mil tokens, atingiram uma nova máxima histórica, próxima de 17% da oferta disponível, mantendo a oferta da altcoin em baixas, em meio a perspectivas sobre rompimentos no radar.

Fonte: Santiment

O que isso significa?

Na prática, que grandes baleias realizam lucros parciais, não significando, no entanto que isso marque qualquer fim de ciclo de alta, uma vez que holders consistentes – ainda que com menor poder de compra – seguem firmes comprando o ativo.

Para onde vai ADA?

Ainda fundamentalmente robusta, a tendência é de que ela supere a resistência atual e busque níveis como o de US$ 1,37, antes de atingir US$ 1,50. Com isso, movimentos de baixa sugerem compras. Graficamente, observa-se uma resistência que, embora rejeitada, dada a força compradora atual, será rompida em algum momento.

O cenário sugere compra, com níveis como o atual, até US$ 1,18, onde há um suporte da MA50 no H4, apontando entradas. Eventual perda dele, no entanto, poderia levá-la a revisitar US$ 1,15.

Gráfico ADA / USD. Fonte: TradingView

Vinícius Cavalcante • Analista Yellow Crypto