Após formar um pequeno fundo de curto prazo em US$ 1.075 a Ethereum (ETH), formou um pequeno ombro-cabeça-ombro invertido em seu gráfico horário, sugerindo retorno para US$ 1.450.
Fonte: TradingView

O que é um OCOI?

Fazendo jus ao seu nome, o ombro-cabeça-ombro invertido (OCOi) é um padrão gráfico em que a movimentação do preço de um ativo forma uma figura parecida com o tronco humano, mas de forma invertida. Sendo este um padrão de reversão de um movimento anterior de queda para um movimento de alta.

O que significa um OCOI no gráfico?

Após um período de desvalorização (geralmente gerado por uma “chamada de margem” com muito volume de negociação) no preço de um ativo, há uma arrefecida natural da força vendedora e a força compradora aumenta com os investidores aproveitando da “promoção” para comprar e os vendedores achando muito barato para vender, gerando uma alta no preço que ocasiona em um primeiro fundo no gráfico (o “ombro esquerdo”). Nesta alta, aproveitando da valorização, muitos investidores que não venderam anteriormente aproveitam deste momento de alta para vender e reduzir o prejuízo, gerando outro movimento de queda, mas, dessa vez, com baixo volume de negociação.

No entanto, como o preço já caiu bastante e “todo mundo já vendeu”, seja por liquidação com a “chamada de margem”, seja por venda espontânea para mitigar o prejuízo, a força compradora se sobrepõe a vendedora, fazendo o preço subir em direção ao topo anterior (formando a “cabeça” invertida). Contudo, como “todos” já estão aceitando que os fundamentos são péssimos e, provavelmente, o preço seguirá caindo, muitos aproveitam desta alta para pedir empréstimos as corretoras para apostar na queda do preço, fazendo o mesmo cair novamente com o aumento da força vendedora (em direção ao “ombro direito).

Então, como “todos” já venderam e, além disso, já pegaram empréstimos com as corretoras para vender ainda mais, falta recursos no mercado para vender, fazendo a força vendedora ser reduzida e o preço apresentar uma breve movimentação de alta, mas sem muito volume de negociação. Até que, sem novos vendedores, o preço rompe o último topo para cima (a “linha do pescoço”) e, como muitos estavam alavancados apostando na queda, as corretoras obrigam os alavancados a fecharem suas posições no prejuízo para pagarem suas dívidas com elas, fazendo o preço voltar a subir em um movimento de “short-squeeze” em direção ao início de todo este movimento de queda.

O que está acontecendo?

No momento a ETH está se encaminhando para sua resistência em US$ 1.250, o primeiro obstáculo para atingir o alvo do padrão. Um rompimento concreto sugere força do padrão e retorno para US$ 1.450, no entanto, se rejeitada, pode voltar a formar novos fundos no curto prazo.

Conforme as informações supracitadas, o padrão respalda uma entrada no pullback após o rompimento (reteste da anterior resistência e “atual” suporte) na região de US$ 1.250, visando obter lucros na região de US$ 1.420.

Gualter Rocha • Analista Yellow Crypto