O índice referente a variação do número de pessoas empregadas durante o último mês de todas as empresas não-agrícolas ficou acima do esperado, atingindo 390 mil, sendo que a projeção indicava 325 mil, já que no último dado atingiu 436 mil.

O que é o Payroll?

O Payroll não-agrícola, é um relatório do mercado de trabalho norte-americano que mede a variação do número de pessoas empregadas durante o último mês de todas as empresas não-agrícolas.

Como impacta o mercado?

Como o Federal Reserve tem como principais objetivos, a estabilidade dos preços e o pleno emprego. No atual contexto, em que a inflação está em níveis recordes nos EUA, dados de emprego fortes indicam que o BC americano estará confortável para apertar a política monetária e perseguir a meta de inflação. Caso contrário, diante de dados de emprego fracos, a autoridade monetária tende a ser mais cautelosa.

O que está acontecendo?

A folhas de pagamento não-agrícolas (Payroll), referentes ao mês de maio, apontaram para um mercado de trabalho ainda em forte aceleração, com a criação de 390 mil novos empregos, levemente acima da expectativa mediana do mercado, que era da criação de 325 mil postos de trabalho. O dado referente ao mês de abril foi revisado para cima, para 436 mil. A taxa de desemprego, por sua vez, ficou intacta nos 3,6%.

Vale destacar que os salários continuam em ascensão, porém em uma taxa menor do que a observada em abril, o que pode ser interpretado como um “alívio” para o Fed na elevação das taxas de juros.

As interpretações parecem ter sido mistas sobre o relatório, minutos após a sua divulgação o mercado apresentou uma intensa volatilidade. A recomendação por enquanto é de cautela, à medida que o mercado define uma direção para os preços.

Kleiton Luna • Analista Yellow Crypto