De acordo com o Relátorio de Emprego (Payroll) fornecido pelo Bureau of Statistics, as folhas de pagamento não-agrícolas, que medem a variação de todas as pessoas empregadas durante o último mês de empresas não-agrícolas caíram para 223 mil em dezembro, pouco acima do esperado, cerca de 200 mil, e abaixo do mês de novembro que veio em 256 mil.
Além disso, o relatório mostrou uma leve redução no Ganho Médio por Hora Trabalhada e no Salário Médio por Hora. O ganho médio caiu de 0,4% em novembro para 0,3% em dezembro, já o salário médio caiu de 4,8% em dezembro para 4,6% respectivamente. A taxa de desemprego reduziu ligeiramente para 3,5% em dezembro, contra 3,6% em novembro.
EUA – Relatório de Emprego (Payroll) não-agrícola
EUA – Taxa de Desemprego
EUA – Ganho Médio por Hora Trabalhada (Mensal)

O que é o Payroll?

O Payroll não-agrícola, é um relatório do mercado de trabalho norte-americano que mede a variação do número de pessoas empregadas durante o último mês de todas as empresas não-agrícolas.

Como impacta o mercado?

Como o Federal Reserve tem como principais objetivos, a estabilidade dos preços e o pleno emprego. No atual contexto, em que a inflação está em níveis recordes nos EUA, dados de emprego fortes indicam que o BC americano estará confortável para apertar a política monetária e perseguir a meta de inflação. Caso contrário, diante de dados de emprego fracos, a autoridade monetária tende a ser mais cautelosa.

O que está acontecendo?

O relatório apresentou uma leve melhora dos dados no mês de dezembro, quando comparados com novembro, além das ligeiras quedas, o relatório de novembro foi revisado, reduzindo o resultado de todos os indicadores supracitados para o mês de novembro.

A atualização do mês de novembro para a revisão do mês e os novos dados de dezembro ficou da seguinte forma:

Payroll: Anterior 263 mil, revisão 256 mil, dezembro 223 mil;
Taxa de desemprego: Anterior 3,7%, revisão 3,6%, dezembro 3,5%;
Salário médio por hora: Anterior 5,1%, revisão 4,8%, dezembro 4,6%;
Ganho médio por hora trabalhada: Anterior 0,6%, revisão 0,4% dezembro 0,3%.

Com isso, é possível observar que além da ligeira redução, os dados estão “menos piores” do que avaliados pelo mercado e pelos órgãos responsáveis pela política monetária dos EUA, sendo positivo para os ativos de risco, visto que uma vez que a pressão inflacionário pela via dos salários está menor do que o esperado e possivelmente em queda, tende a fornecer uma maior segurança para o Federal Reserve na redução da magnitude dos aumentos da taxa de juros, e consequentemente efetuar a pausa dos aumentos para avaliar os impactos na economia.

___________________________________________

➤ Clique aqui e receba em seu celular notícias e análises! É GRATUITO – Portal Yellow no Telegram

Siga-nos no Instagram: @yellowcrypto.br