As folhas de pagamento não agrícolas nos EUA aumentaram 372.000 em junho, contra 268 mil esperados, revelaram os dados publicados pelo Bureau of Labor Statistics dos EUA na sexta-feira. A leitura veio ligeiramente abaixo do mês anterior, cerca de 18.000 folhas de pagamento a menos, indicando uma pequena desaceleração no mercado de trabalho em relação a maio.

O que é o Payroll?

O Payroll não-agrícola, é um relatório do mercado de trabalho norte-americano que mede a variação do número de pessoas empregadas durante o último mês de todas as empresas não-agrícolas.

Como impacta o mercado?

Como o Federal Reserve tem como principais objetivos, a estabilidade dos preços e o pleno emprego. No atual contexto, em que a inflação está em níveis recordes nos EUA, dados de emprego fortes indicam que o BC americano estará confortável para apertar a política monetária e perseguir a meta de inflação. Caso contrário, diante de dados de emprego fracos, a autoridade monetária tende a ser mais cautelosa.

Impacto nos mercados

Nos primeiros minutos da divulgação do Payroll e da taxa de desemprego o índice do dólar, DXY, reagiu positivamente, enquanto o S&P 500 caiu na mesma proporção, cerca de 0,3%. O Bitcoin por sua vez acompanhou o S&P 500, caindo cerca de 1%.

O que está acontecendo?

Na manhã de sexta-feira (08), foi divulgado o Payroll relativo ao mês de junho. O ritmo de contratação desacelerou em relação a maio, mas ficou muito acima das projeções, mostrando que o mercado de trabalho ainda está apertado, assim como sugeriram os dados do relatório JOLTs divulgados na última quarta-feira (06).

Foram criadas 372 mil novos postos de trabalho em junho, enquanto que a leitura do mês anterior, foi revista para cima, para a ordem dos 384 mil. A projeção mediana do mercado era de um ritmo de criação de novos 268 mil postos de trabalho.

O dinâmico e apertado mercado de trabalho dos EUA, continua a pressionar a inflação pelo canal dos ganhos salariais, com estes desacelerando em relação a maio, mas subindo cerca de 5,1% em Junho (acima das projeções). Já a taxa de desemprego permaneceu na casa dos 3,6%. Dados fortes do mercado de trabalho, somados aos desequilíbrios no mesmo, pressionam o Fed em sua missão de combater a maior taxa de inflação dos últimos 40 anos, sendo possível que a autoridade monetária norte-americana, realize mais uma elevação de 75 bps na taxa básica de juros norte-americana ainda na reunião de Junho, assim com precificam os traders.

Os fortes dados do mercado de trabalho norte-americano, criam volatilidade e aversão a risco no mercado, podendo ser propício o posicionamento de ordens vendidas em criptoativos.

Kleiton Luna • Analista Yellow Crypto

Gualter Rocha • Analista Yellow Crypto