Enquanto o Bitcoin luta para conseguir encontrar um nível de apoio na casa dos US$ 20 mil, o mercado ainda sente a recente queda de preço e parece estar se posicionando para caso ainda não tenhamos chegado ao fim do posso. A Bitfarms, uma das maiores empresas de mineração de Bitcoin, despejou mais de 3 mil bitcoins no mercado, abandonando a sua estratégia de hold.

A Bitfarms vendeu 3 mil bitcoins em um movimento que vai contra o caminho que a companhia vinha seguindo até o momento, de manter os bitcoins que eles mineram.

A empresa confirmou que despejou parte do seu saldo em criptomoedas, vendendo os bitcoins por cerca de US$ 62 milhões, US$ 20,6 mil por cada moeda, um pouco acima do atual valor nas principais corretoras.

Apesar da venda milionária de seus bitcoins, a empresa ainda continua com pelo menos 3.349 bitcoins em seu saldo, o que indica que a mineradora vendeu quase 50% dos seus ativos guardados.

A empresa também confirmou que minera 14 bitcoins por dia por meio de suas operações de mineração, isso oferece a Bitfarms um lucro de US$ 280.000 por dia nas taxas atuais de preço do Bitcoin.

Em um comunicado, o diretor financeiro da Bitfarms, Jeff Lucas disse que a venda de bitcoins foi necessária para que a companhia focasse nas suas operações de mineração sem prejuízos, mesmo que eles continuem otimistas com o criptomercado.

“Embora ainda continuamos otimistas com a valorização do preço do BTC a longo prazo, essa mudança estratégica nos permite focar em nossas principais prioridades de manter nossas operações de mineração de classe mundial e continuar a expandir nossos negócios em antecipação à economia melhor de mineração.”, disse lucas.

O diretor financeiro da Bitfarms continuou explicando que a companhia está buscando aumentar a liquidez, desalavancar e fortalecer seu balanço patrimonial durante esse período de “extrema volatilidade” e vender alguns de seus bitcoins é o melhor e menos caro método para fazer isso.

Essa é uma venda preocupante, considerando que a grande quantidade de bitcoins que é mantida pelos mineradores pode aumentar a pressão de venda.

Caso a queda continue e guardar bitcoins realmente seja um prejuízo para essas companhias, isso pode ser um gatilho para mais quedas no médio prazo.

Fonte: Livecoins