O Instagram, uma das redes sociais da Meta, anunciou a integração de NFTs em sua plataforma nesta quinta-feira (4). Com isso, colecionadores de 100 países poderão exibir suas artes digitais, tanto criadas quanto compradas.

De início, o Instagram dará suporte a duas blockchains, Ethereum (ETH) e Polygon (MATIC). Seguindo, afirma que trabalhará com a Flow (FLOW) e a Solana (SOL) em breve.

A mudança ocorre quase um ano após o Twitter adotar os NFTs em sua rede social. Portanto, este é um ótimo exemplo de quanto esta tecnologia está se tornando comum em nosso dia-a-dia.

NFTs no Instagram.

Instagram escolhe Ethereum e Polygon de início

Com 1,1 bilhão de usuários ativos em 2021, o Instagram pode impulsionar o setor de NFTs após integrá-los em sua plataforma. A adoção faz parte da estratégia de sua empresa-mãe, a Meta, focada no metaverso desde que abandonou o nome Facebook.

Em seu anúncio, a empresa afirma que usuários de mais de 100 países poderão usar o serviço, incluindo o Brasil. Já as blockchains escolhidas de início foram o Ethereum e a Polygon, entretanto, Flow e Solana serão integradas no futuro.

“Ao dar suporte para NFTs, pretendemos melhorar a acessibilidade, diminuir as barreiras de entrada e ajudar a tornar o espaço NFT mais inclusivo para todas as comunidades.”

Para usar NFTs no Instagram, os usuários precisam entrar nas configurações de seu perfil, clicar em “Colecionáveis Digitais” e então escolher entre uma das cinco carteiras compatíveis. São elas, Trust Wallet, MetaMask, Rainbow, Coinbase e Dapper.

Aba de NFTs do Instagram nas configurações de perfil.

Entretanto, o serviço ainda não está disponível para todos. Em tentativa feita pelo Livecoins, o processo acima acaba em um link quebrado, impossibilitando a observação do funcionamento dos NFTs.

Como serão os NFTs no Instagram

Conforme a postagem da Meta, os colecionadores poderão escolher seus NFTs, criados ou comprados, de sua própria carteira para exibir no Instagram.

A partir disso, uma marcação de “Colecionável digital” aparecerá na imagem, permitindo a exibição de mais informações sobre a arte, como a coleção e os perfis de seu criador e atual dono.

NFT no Instagram. Fonte: Reprodução.

Ironicamente, a escolha do Ethereum pelo Instagram acontece após Vitalik Buterin afirmar que o metaverso do Facebook vai fracassar. Por fim, a empresa de Mark Zuckerberg afirma que nenhuma taxa será cobrada pela postagem ou compartilhamento de NFTs em sua rede social.

Fonte: Livecoins