Após cair cerca de 6% nos primeiros 15 minutos após a divulgação do CPI americano, a criptomoeda iniciou o rompimento de um ombro-cabeça-ombro, que sugere queda para a região de US$ 2,23.
O que é um OCO?

Fazendo jus ao seu nome, o ombro-cabeça-ombro (OCO) é um padrão gráfico em que a movimentação do preço de um ativo forma uma figura parecida com o tronco humano. Sendo este um padrão de reversão de um movimento anterior de alta para um movimento de queda.

O que significa um OCO no gráfico?

Após um período de valorização no preço de um ativo, há uma arrefecida natural da força compradora (pois “todo mundo já comprou”) e a força vendedora aumenta com os investidores realizando lucro, gerando uma queda no preço que ocasiona em um primeiro topo no gráfico (o “ombro esquerdo”). Após a correção do preço, aproveitando da “promoção”, muitos investidores que não venderam no topo anterior aproveitam para “dobrar a aposta”, pedindo empréstimos às corretoras, garantidos no lastro das suas posições anteriores, para comprar mais.

Então, o preço sobe mais uma vez, rompendo o topo anterior e formando um “pivô” de alta no gráfico. No entanto, como o preço já subiu bastante e, agora, não mais de forma saudável, como também de forma alavancada por empréstimos, faltam recursos para comprar mais e a força vendedora se sobrepõe a compradora, fazendo o preço cair (formando a “cabeça”). Contudo, como muitas posições alavancadas estavam garantidas no preço do ativo, conforme o preço cai, as corretoras começam a fazer “chamada de margem”, obrigando muitos a venderem no prejuízo para arcar com suas dívidas, derrubando o preço rapidamente em direção ao último fundo (local onde a alavancagem começou a crescer), desalavancando o mercado.
Após o pânico gerado pela queda e as liquidações forçadas geradas pela desalavancagem, a força vendedora reduz e o preço volta a subir, seguindo a tendência anterior de alta, mas sem muito volume (formando o “ombro direito” na mesma altura do “ombro esquerdo”). Então, quando os investidores se dão conta que a queda anterior realmente era fundamentada e não existia motivos para tanta euforia, a força vendedora se sobrepõe a compradora mais uma vez, rompendo a “linha do pescoço” e fazendo o preço tender a corrigir toda a movimentação de alta anterior (já que não havia motivos fundamentais para o preço subir).

O que está acontecendo?

No momento a criptomoeda luta para permanecer acima do suporte do padrão, no entanto, os novos dados de inflação ao consumidor americano sugerem que o Fed deve apertar ainda mais sua política monetária, o que implica em uma queda ainda maior para os ativos de risco.

O momento se encontra oportuno para operações vendidas, visando o alvo na região de US$ 2,23, no entanto, é prudente ter como alvos parciais regiões acima do alvo do padrão, tendo cautela com a possibilidade de um falso rompimento.

Gualter Rocha • Analista Yellow Crypto