Após atingir seu alvo na região de US$ 17 e a região de sobre-compra no Índice de Força Relativa (IFR ou RSI), a 19ª colocada no ranking de criptomoedas, NEAR Protocol (NEAR), iniciou uma correção, retornando para a região de US$ 15. No entanto, a moeda continua a apresentar boas perspectivas, estando muito próxima de sua última alta histórica (ATH), e sendo possível alcançar novos topos até o fim do mês.

Grráfico NEAR / TetherUS. Fonte: TradingView

NEAR: Análise de curto prazo

No momento a moeda está em suporte na região de 0.618 da retração de Fibonacci de um movimento de alta, se o preço for suportado nessa região a moeda deve buscar sua última ATH nos próximos momentos, possivelmente até o fim de semana.

Se o suporte atual for perdido, mas os fundamentos continuarem os mesmos, a queda deve se estender até
US$ 14-13, para poder continuar seu movimento de alta em busca de uma nova ATH. Uma queda abaixo de
US$ 12 indicaria a necessidade de uma reavaliação das condições do mercado e dos fundamentos.

Cenários

Em um cenário mais otimista, a moeda buscaria sua última ATH, consolidando-se entre US$ 18 e US$ 20, para então buscar uma nova ATH.

Em um cenário pessimista, a moeda tende a buscar a região de US$ 12.

Para um cenário neutro, com viés altista e dentro das perspectivas oferecidas pelo contexto atual, a moeda tende a consolidar-se acima de US$ 14, buscando a liquidez necessária para uma nova ATH.

Contexto atual

Neste momento é necessário ter muita cautela, pois, hoje (04) o mercado de criptomoedas está passado por uma correção, que se deve muito ao fato do recente rali na última semana e eventos macroeconômicos e geopolíticos que estão ocorrendo pelo mundo.

As negociações entre a Rússia e Ucrânia seguem em um impasse acerca de um cessar-fogo, e dados macroeconômicos sugerem um possível aperto monetário pelo Federal Reserve, dessa forma, é necessário ter muita cautela e sempre gerenciar o risco das transações.

Gualter Rocha • Analista Yellow Crypto