O preço do barril de petróleo Brent atingiu quase US$140 no início de março. O preço então caiu para US$100, mas agora está sendo negociado acima de US$110 novamente. Os estrategistas do Commerzbank esperam que o Brent negocie acima do nível de US$100 antes de cair no segundo semestre de 2022 para US$90.

Fonte: Fxstreet

Petróleo ainda em alta, mas com positividade esperada

Ainda acima de 100 dólares, o barril do petróleo Brent vem sendo negociado em alta desde o início da crise do leste europeu, dado pela crise de oferta que cercou o mercado, principalmente por conta da falta de oferta. Entretanto, segundo estimativas, até o fim deste ano a guerra entre Rússia e Ucrânia deverá acabar e também há a remota chance de novos ofertantes.

Demanda crescente influência na alta

Pelo fato de ser a principal commodity energética no mercado, o petróleo possui inúmeras requisições, para diversos setores. Portanto, é natural que a demanda cresça na medida que a reestruturação emerge nos mercados, fazendo com que os preços fiquem turbulentos.

Ademais, ainda há esperanças para uma resolução no acordo dos Estados Unidos com o Irã, trazendo mais um importante ofertante para o mercado. Assim, a turbulência nos mercados também pode atingir o setor de risco das criptos, ocasionando arrasto nos preços e maiores buscas por liquidez por conta do medo formado.

Monótono momento cripto pode favorecer escolhas para entradas de capital

No atual momento, seguindo os momentos após as decisões do FOMC, precificações se firmaram, abrindo oportunidades para entradas de capital. Entretanto a cautela para a gestão de ativos deve ser feita de forma cautelosa.