A população global acaba de atingir um grande marco: agora, somos 8 bilhões de almas compartilhando o planeta. Em paralelo, a adoção de criptomoedas continua a crescer.

De acordo com o Worldometer, que extrai dados de um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) de 2022, a população global atingiu mais de 8 bilhões de pessoas nesta terça-feira, 15 de novembro, dobrando a contagem populacional de 4 bilhões registrada em 1974 – cerca de 48 anos atrás.

O Worldometer disse que, a partir de 2022, a taxa de crescimento anual da população fica em torno de 0,84%, mas continuará desacelerando. Isso significa que pode levar mais 15 anos para a população mundial atingir 9 bilhões, enquanto a população total do planeta não atingirá 10 bilhões antes de 2080.

No final de 2022, o oitavo bilionésimo ser humano entrará no mundo, inaugurando um novo marco para a humanidade

Em apenas 48 anos, a população mundial dobrou de tamanho, saltando de quatro para oito bilhões.

Para saber mais: https://t.co/M69jeqOAjm

— Visual Capitalist (@VisualCap)

China e Índia são os dois países mais populosos da Terra: juntos somam quase 36% da população global.

No entanto, atualmente não existe um consenso sobre quanto da população mundial possui ativos digitais, como criptomoedas. As estimativas variam.

A empresa de pesquisa de mercado GWI sugere que até 10,2% da população mundial já detêm criptomoedas, com a maior parcela concentrada em nações que sofrem com alta inflação ou com a instabilidade de suas moedas nacionais.

A empresa de blockchain TripleA, com sede em Singapura, estimou que, a taxa global de propriedade de criptomoedas é de cerca de 4,2%, o que equivale a mais de 320 milhões de usuários em todo o mundo. A TripleA informou que os EUA estavam no topo do ranking de adoção, com 46 milhões de detentores de criptomoedas, seguidos por Índia, Paquistão e Nigéria.

Em junho, a Blockware Intelligence previu que a adoção do Bitcoin atingirá 10% em todo o mundo até 2030, conforme relatado pelo Cointelegraph no início deste ano.

No início deste ano, a Chainalysis classificou 146 países em cinco categorias na edição 2022 do seu Índice Global de Adoção de Criptomoedas. Descobriu-se que o Vietnã lidera as taxas gerais de adoção, seguido por Filipinas, Índia, Ucrânia e EUA. No entanto, o relatório não sugere números absolutos para estimar quantas pessoas de fato possuem ativos digitais.

A China, no entanto, continua sendo um país em que é difícil mensurar a quantidade de proprietários de criptomoedas. Uma grande parte das pessoas no país mais populoso do mundo é entendida como conhecedora de tecnologia e faminta por criptomoedas.

No entanto, o regime dominante no país não tem se mostrado amigável aos criptoativos. Não há números precisos sobre a propriedade de criptomoedas no gigante asiático.

A adoção de criptomoedas inevitavelmente continuará a crescer em todo o planeta, então encerraremos este texto desejando um feliz aniversário ao cidadão global número 8.000.000.000.

Fonte: Cointelegraph