Na quinta-feira (29), o presidente do Federal Reserve de St. Louis, James Bullard, afirmou que é possível que os EUA passem por uma recessão enquanto o Fed tenta combater a inflação, porém este não é o seu cenário base. As falas são ditas em um contexto em que os Estados Unidos já apresentaram dois PIBs trimestrais consecutivos no campo negativo, o que por definição caracteriza uma recessão técnica.

Membros do Fed/FOMC e do governo norte-americano afirmam que o país não está em recessão dada a situação de quase pleno emprego no mercado de trabalho.

O que é a taxa básica de juros?

É o principal instrumento de política monetária utilizado pelos Bancos Centrais mundo à fora devido a sua versatilidade. A taxa básica de juros de um país serve como referência para toda a economia, tanto para a concessão de empréstimos, financiamentos e aplicações.

Qual seu impacto no mercado?

Falando no caso específico dos EUA, por se tratar da maior economia do mundo (e consequentemente a mais relevante de todas), alterações na taxa básica norte-americana tendem a atrair um fluxo de capitais maior para os ativos indexados em dólar norte-americano, de forma que, os ativos de risco são penalizados.

O que está acontecendo?

Após iniciar o dia de hoje (29/09) no terreno negativo, os ativos da bolsa norte-americana e criptoativos apresentaram uma leve recuperação após Bullard, conhecido por ser o “anunciador do caos”, afirmar que uma recessão não é seu cenário base mas o aperto monetário do Fed poderá levar a uma desaceleração da economia norte-americana, o que levou a uma equivocada interpretação de alguns players do mercado de que o BC dos EUA poderá abrandar o ritmo de aumento das taxas dado os riscos de aumento da capacidade ociosa da economia (apesar de diversos membros do FOMC deixarem bem claro que esse não é o caso e que a autoridade monetária dos Estados Unidos está completamente comprometida com a meta de inflação de 2%).

Novo movimento de correção poderá levar a formação de um padrão altista no Bitcoin e levá-lo a revisitar os US$ 20.000

Enquanto o Bitcoin corrige depois da leve euforia com as falas de Bullard, é possível que o criptoativo forme um padrão altista (duplo fundo), que possivelmente irá levá-lo novamente a casa dos US$ 20.000 antes de derrubá-lo novamente para o macrosuporte da região dos US$ 18.600.

As informações contidas nesse artigo são de caráter exclusivamente informativo e não devem ser interpretadas como oferta ou recomendação de investimentos. Todas as opiniões e estimativas são elaboradas dentro do contexto e conjuntura no momento em que a publicação é editada. O mercado financeiro é dinâmico e as informações, conclusões e análises apresentadas podem sofrer alterações a qualquer momento e sem aviso prévio.