O banco digital europeu Revolut recebeu autorização da Comissão de Valores Mobiliários do Chipre (CYSEC), permitindo oferecer serviços de criptografia em todo o Espaço Econômico Europeu (EEE).

A Revolut, avaliada em US$ 33 bilhões, tornou-se a primeira entidade a ser premiada como provedora de serviços de criptoativos (CASP) da CYSEC, informou em 12 de agosto.

A autorização permitirá que a Revolut ofereça serviços de cripto para seus 17 milhões de clientes no EEE a partir de um novo hub de criptoativos em Chipre. A Revolut disse que sua escolha se deve ao sofisticado regime regulatório do país insular, que também atraiu empresas como Crypto.com, eToro e Bitpanda.

À frente do regulamento de Mercados de Criptoativos da União Europeia (MiCA), as empresas de criptomoedas estão tentando estabelecer entidades regulamentadas nos países da UE para garantir que possam oferecer serviços em todo o bloco econômico.

O MiCA foi projetado para fornecer excelente proteção ao consumidor e eliminar golpes, lavagem de dinheiro e outros crimes financeiros na indústria de criptomoedas.

Com 17 milhões de clientes já em todo o EEE, a Revolut procura garantir que será capaz de oferecer serviços de criptografia assim que o MiCA se tornar lei.

A Revolut também confirmou que continuará a servir os clientes do Reino Unido a partir da sua entidade sediada no Reino Unido. Seu pedido de registro na Autoridade de Conduta Financeira do Reino Unido (FCA) permanece sem solução, com a empresa capaz de oferecer serviços de criptografia por meio do Regime de Registro Temporário da FCA (TRR ).

A empresa de banco digital tem cerca de 20 milhões de clientes em todo o mundo e agora oferece exposição a cerca de 80 criptoativos, tendo adicionado mais de 20 novos no início deste mês, incluindo APE, AVAX e SAND.

Fonte: Coindesk