A rede da Solana (SOL) está fora do ar nesta quarta-feira (1º), com a produção de novos blocos na blockchain totalmente interrompida desde às 13h55 da tarde (horário de Brasília).

Conforme é possível acompanhar na plataforma que monitora o funcionamento da rede, Status Solana, a mainnet beta do projeto enfrenta atualmente uma “grande interrupção” que já dura pelo menos três horas.

A equipe da Solana explicou no Twitter que a produção de blocos foi interrompida por causa de um bug que fez com que nodes gerassem resultados diferentes para o mesmo bloco. No momento, o problema ainda está sendo investigado.

“Hoje cedo, um bug no recurso de transações nonce duráveis levou ao não determinismo quando os nodes geraram resultados diferentes para o mesmo bloco, o que impediu o avanço da rede”, escreveu a equipe da Solana.

O projeto aproveitou a mensagem para tranquilizar os usuários de que a rede, mesmo interrompida, continua segura, assim como os fundos confiados nela.

Para que tudo volte ao normal, os validadores devem buscar orientações no Discord e preparar uma reinicialização da blockchain. Ou seja, entrar em consenso sobre qual bloco reiniciar a rede.

Ainda não se tem conhecimento sobre a gravidade da interrupção de hoje. Na última pane que interrompeu a blockchain da Solana, no início de maio, levou pelo menos sete horas para que o problema fosse resolvido.

Em casos mais graves, como a perda de consenso de setembro do ano passado, a Solana chegou a ficar até 17 horas fora do ar.

Os problemas da Solana

A falha de hoje não espanta a comunidade cripto uma vez que esses apagões da Solana já se tornaram eventos periódicos.

Em casos do passado, a rede saiu do ar quando os validadores perderem consenso sobre o estado da blockchain após ela ser inundada por transações de bots. Esse tipo de problema já se repetiu diversas vezes nos últimos tempos.

Na última sexta-feira (27), no entanto, a rede foi surpreendida por um novo tipo de falha. O relógio da blockchain de Solana se desvirtuou do tempo do mundo real, rodando com meia hora de atraso. O problema, ainda sem solução, foi causado por tempos de slot mais longos do que o ideal na rede.

Na prática, esse atraso do relógio não impacta o desempenho da rede, mas as transações, bem como dApps e exploradores de blocos, apresentam horários incorretos.

Com mais essa falha para os desenvolvedores se preocuparem, o preço da SOL está sendo afetado. De acordo com o CoinMarketCap, a moeda enfrenta uma queda de 8,4% nas últimas 24 horas que derruba seu preço para US$ 41,68.

Fonte: Portal do Bitcoin