Enquanto o UST da rede Terra perdeu totalmente sua paridade em dólar, a moeda responsável por manter o lastro, LUNA, também está em queda livre. No que certamente será uma semana histórica na história das stablecoins , a LUNA caiu abaixo de um dólar, chegando na mínima de US $0,69.

Stablecoins algorítmicas

O que são?

São moedas estáveis que buscam manter a paridade com algum ativo, sendo ele uma moeda fiduciária, commodity, uma criptomoeda entre outros ativos. As stablecoins algorítmicas funcionam de forma diferente das stablecoins centralizadas, nelas existem sistemas que utilizam lastro de outras criptomoedas e ajustam a oferta de tokens para manter a paridade.

Como influencia o mercado?

As stablecoins algorítmicas (UST, DAI entre outras) são mais descentralizadas que as stablecoins de empresas, como a USDT, USDC e BUSD. Porém elas normalmente são menos seguras, pois são suscetíveis a falhas em casos de alta volatilidade no mercado e também a bugs internos. Elas de certa forma aumentam o risco desse setor e ao mesmo tempo criam vários mecanismos novos, para criar esse lastro com criptomoedas.

O que está acontecendo?

A grande desvalorização do token LUNA somado a perda de confiança dos investidores em todo o ecossistema da rede Terra e a falta de transparência sobre o lastro da stablecoin UST gerou uma queda generalizada em todo o ecossistema da rede Terra, também causando impacto em todo o cripto mercado. A confiança dos investidores nesse ecossistema foi quebrada, no cenário mais provável todo o ecossistema da rede Terra se torna bem menor do que já foi, porém ainda sobrevive por ter meios para passar por essa crise. Em um cenário menos provável, porém possível se não forem capazes de passar por essa crise todo o ecossistema acaba e os principais tokens vão para zero, migram de rede ou fazem forks.

Nathan Gomes • Analista Yellow Crypto